Parcele em até 10x sem juros Parcele em até 10x sem juros
Frete grátis acima de R$ 99 Frete grátis acima de R$ 99
10% off em pagamentos à vista 10% off em pagamentos à vista

O que esperar das semanas de moda pós-pandemia?

O que esperar das semanas de moda pós-pandemia?>

O que será que vai acontecer com as semanas de moda pelo mundo após a pandemia? A New York Fashion Week de fevereiro de 2020 ocorreu e o Coronavírus já estava por aí, porém, foi em seguida que a verdadeira dimensão do problema começou a ser percebida.

 

O vírus avançou rapidamente e, no mesmo mês, durante a apresentação das coleções Outono/Inverno 2020 em Milão, na Itália, Giorgio Armani tomou uma atitude difícil.

 

Mesmo com tudo pronto, foi pedido que o público não comparecesse e a transmissão do desfile foi feita online, pelo site e as redes sociais da marca.

 

Seria essa a melhor estratégia a ser adotada daqui para frente pelas grandes grifes? Leia até o final e confira um panorama geral sobre as ações que estão sendo adotadas para apresentar as próximas tendências.

 

As principais semanas de moda do mundo e o Coronavírus

 

A primeira notícia veio da Federação Francesa de Alta-Costura e Moda. O conselho cancelou a Semana de Moda masculina de Paris e também a Semana de Alta-costura, que ocorreriam entre 23 e 28 de julho e entre 5 e 9 de julho, respectivamente.

 

A São Paulo Fashion Week, que deveria ter ocorrido em abril, foi cancelada. Segundo o comunicado à imprensa, “a temporada SPFW N50, celebrando os 25 anos do São Paulo Fashion Week, está mantida entre os dias 16 e 20 de outubro”.

 

Já no Reino Unido, a London Fashion Week vai ousar, em uma iniciativa pioneira, após 40 anos de história.

 

Entre as cidades do grande circuito da moda, Londres vai ser a primeira a apostar em um evento 100% digital para a próxima temporada.

 

Sendo assim, a Semana de Moda de Londres está agendada para ocorrer entre 12 e 14 de junho de 2020, data que já estava reservada para a London Fashion Week: Men’s.

 

O evento, entretanto, não terá divisão de gênero e, além disso, será aberto à indústria e também aos consumidores de moda.

 

Todo mundo vai poder conferir! Entrevistas, podcasts e showrooms vão acontecer pelo site londonfashionweek.co.uk.

 

Em Xangai e Tóquio já aconteceram semanas de moda 100% online, nos meses de março e abril.

 

Leia também:

 

 

As marcas

 

Em comunicado, a grife Saint Laurent declarou que não vai participar de nenhum evento de moda neste ano.

 

De acordo com o documento, a marca reforça que vai liderar o próprio ritmo e assumir o controle do lançamento das suas coleções, sem se prender a cronogramas pré-estabelecidos, “seguindo um plano concebido com uma perspectiva atualizada, impulsionada pela criatividade.”

 

Outras grandes grifes como Prada, Chanel, Gucci, Ralph Lauren, Giorgio Armani, Versace, Gucci, Max Mara, Hermes e Dior estão anunciando cancelamentos e adiamentos de eventos ao redor do mundo.

 

Isso deve, contudo, se prolongar até que a situação de saúde pública esteja melhor ou até que novas soluções apareçam e sejam colocadas em prática.

 

O futuro das semanas de moda

 

Segundo matéria publicada pela Vogue Britânica, marcas, produção, compradores e a imprensa devem sofrer esse impacto, assim como os relacionamentos feitos durante o evento.

 

Na mesma matéria, Michel Gaubert, responsável pelas trilhas sonoras de produções como Chanel, Dior e Valentino, opina: “A era do exagero nunca ser suficiente chegou ao fim, mas isso não significa que é o término dos desfiles de moda. Eles serão melhor avaliados e talvez menos extravagantes”.

 

Para o portal Business of Fashion, o renomado jornalista de moda italiano, Angelo Flaccavento, escreveu: “assim que recuperarmos nossas vidas, precisaremos da beleza, até de um pequeno toque, para viver novamente e não apenas sobreviver. E quando isso acontece, o setor pode ter evoluído para o bem: saindo da armadilha do marketing e redescobrindo seu verdadeiro objetivo em beleza. A beleza como uma razão para o progresso e uma maneira, novamente, de ser verdadeiramente humano”.

 

Os desafios estão colocados e, sendo assim, é certo que as mudanças não vão parar por aí. Agora, é esperar para ver como essas grandes mentes criativas vão conduzir tudo isso, transformando e trazendo novos significados para as semanas de moda e para mercado fashion como um todo.

 

Uma coisa, enfim, é certa: criatividade não há de faltar.

 

A Cordatto está cheia de novidades para você, com peças lindas e atemporais e FRETE GRÁTIS nas compras a partir de R$ 99.

 

Texto: Fernanda Haddad (@nandahaddad), exclusivamente para a Cordatto.

Foto de destaque: Gustavo Fring/Pexels

 

Moda